O que são contratos inteligentes?

Os contratos inteligentes são muito parecidos com os contratos tradicionais de papel, pois representam um acordo entre duas ou mais partes. Algumas pessoas associam esses contratos a assinatura da compra de uma casa ou a locação de um automóvel. Este é um exemplo de uma tarefa que os Contratos Inteligentes podem executar.

Em seu nível mais elementar, um contrato inteligente pode calcular funções matemáticas como adição ou subtração de fundos — criptomoeda, bem como realizar transações como concluir uma compra ou uma venda, e também armazenar informações sobre, por exemplo, suas vendas totais para o trimestre. Os tipos de funções que cada contrato inteligente executa dependem das especificidades do contrato quando ele foi criado/gravado.

Como os contratos inteligentes funcionam?

Como acontece com qualquer formação de contrato, ela começa com termos pré-definidos que são acordados por todas as partes. Quando todos concordam, um desenvolvedor de contrato inteligente codifica os elementos necessários no formato de contrato inteligente no blockchain. Não há nenhuma ação por parte do contrato inteligente, a menos que um evento acionado ocorra. Quando o evento ocorre, o contrato inteligente entende esse evento e executa alguma função com base nos termos acordados. Por fim, há um pagamento realizado.
Por exemplo, vamos supor que nosso contrato inteligente se refere à apólice de seguro de automóvel. Os termos da política desse contrato já foram acordados por todas as partes. No infeliz caso de você ter um acidente (“evento desencadeado”), o contrato inteligente é executado e você recebe o pagamento (“pagamento”) para reparar ou comprar um automóvel.

Este é apenas um exemplo de um contrato inteligente, visto sob perspectiva simples.
O que torna os contratos inteligentes tão “inteligentes”?
Contratos inteligentes são autônomos — o que significa que eles não são controlados por terceiros, como um banco ou um governo. Esse processo elimina completamente qualquer intermediário, como um notário ou bancário, que pode ter sido necessário em contratos tradicionais para verificar a autenticidade do contrato.

A maioria dos contratos tradicionais é designada por terceiros que cobram taxas desnecessárias pelo processo de ter uma testemunha legal ou por ter seu contrato registrado com um governo ou uma instituição corporativa para garantir a segurança. Essas práticas não são mais necessárias com contratos inteligentes.

Para encerrar, a conclusão é que os contratos inteligentes são uma tecnologia importante que está mudando, e continuará a mudar, a forma como escrevemos e concordamos com os termos e condições de um contrato.

Isso nos dá a garantia de proteção se e/ou quando o contrato inteligente é executado. Não precisamos mais esperar que um avaliador de seguros determine se nosso carro sofreu ou não um acidente, nem temos que ficar sem transporte, enquanto esperamos para ver se a apólice de seguro que temos paga nossas despesas. Podemos nos concentrar em curar e lidar com nossas rotinas com a tranqüilidade de saber que estamos protegidos pelo contrato inteligente.

outubro 6, 2019

0 responses on "O que são contratos inteligentes?"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2019 CoinYou LLC. All rights reserved.